DESTAQUE

COMERCIANTES DO CAOS – PARTE UM

Biografia: Ice Cube, um dos maiores letristas de todos os tempos


O’Shea Jackson Sr. (nascido em 15 de Junho de 1969), conhecido profissionalmente como Ice Cube, é um repper e ator americano. Ele começou sua carreira como membro do grupo de hip-hop C.I.A. e depois se juntou ao grupo N.W.A (Niggaz Wit Attitudes). Depois de deixar o N.W.A em Dezembro de 1989, ele construiu uma carreira de sucesso na música e filmes, como um papel no filme de drama Boyz n the Hood.

Ice Cube é um dos artistas fundadores do gangsta rep, e grande parte da sua produção musical continha um severo comentário sociopolítico. Ele ficou em 8º lugar na lista dos 10 maiores MCs de todos os tempos da MTV, enquanto o companheiro de rep, Snoop Doggy Dogg, classificou Ice Cube como o melhor MC de todos os tempos. AllMusic o chamou de “um dos melhores e mais controversos artistas do hip-hop, bem como um dos maiores contadores de histórias do rep”.


Vida antes da fama

O’Shea Jackson nasceu em Baldwin Hills, South Central Los Angeles, filho de Doris, segurança de hospital, e Hosea Jackson, que trabalhou como banqueira na UCLA e como maquinista. Ele tem um irmão mais velho, bem como uma meia-irmã que foi morta quando Cube tinha 12 anos de idade.

Ice Cube diz que as origens do seu nome veio de seu irmão mais velho. Ele é citou dizendo: “Ele ameaçou me bater com um freezer e me fazer virar um cubo de gelo. Então comecei a usar esse nome, e ele simplesmente pegou.”

Aos 16 anos, Cube vendeu sua primeira música para o futuro membro do N.W.A, Eazy-E. Jackson também frequentou William Howard Taft High School em Woodland Hills, Califórnia. Ele se inscreveu no Phoenix Institute of Technology no outono de 1987 no Arizona, onde estudou arquitetura, dizendo ser apaixonado por desenho arquitetônico. Ele completou seu diploma dentro de um ano e retornou a Los Angeles para prosseguir uma carreira no rep. Se caso desse errado, ele se tornaria um desenhista de arquitetura como uma segunda opção na vida.

Com o amigo Sir Jinx, Ice Cube formou o C.I.A., e eles se apresentavam em festas onde Dr. Dre tocava. Dre logo entrou na indústria de gravação como um membro do World Class Wreckin’ Cru. Dre viu o potencial de Cube como escritor e fez com que ele ajudasse a escrever a grande faixa de sucesso de Los Angeles do Wreckin’ Cru, “Cabbage Patch”, além de se juntar a Cube em uma parceria paralela que a dupla chamada Stereo Crew.

Enquanto Dr. Dre estava sendo DJ no clube de dança Eve After Dark em Los Angeles, Ice Cube cantava sua músicas parodiando [músicas] de outros artistas. Um desses exemplos foi a música “My Penis”, uma paródia de “My Adidas”, do Run-DMC. Em uma entrevista de 2015, o dono do clube, Alonzo Williams, disse que sentiu que essa música danificava sua reputação e pediu que ela não fosse realizada.


Carreira musical no N.W.A: 1986–89

Em 1987, Ice Cube o projeto My Posse produzido por Dr. Dre sob o seu grupo C.I.A. (Cru’ In Action!). Após a colaboração, Ice Cube mostrou a Eazy-E a letra de “Boyz-n-the-Hood”. Eazy-E, embora inicialmente rejeitado, eventualmente gravou a música para N.W.A and the Posse, o álbum de estreia do N.W.A, também incluiu Dr. Dre, MC Ren e DJ Yella. Ice Cube foi o único membro do N.W.A que não era de Compton, Califórnia (onde o grupo foi edificado).

Por este ponto Ice Cube era um membro em tempo integral do N.W.A, juntamente com Dr. Dre e MC Ren. Ice Cube escreveu as rimas do Dr. Dre e Eazy-E para o álbum de referência do grupo, Straight Outta Compton, disponibilizado em 1988. No entanto, no final de 1989, Ice Cube começou a divergir opiniões com o gerente do grupo, Jerry Heller, depois de rejeitar os termos contratuais que Heller propôs.

Ice Cube escreveu as letras de aproximadamente metade de Straight Outta Compton e do álbum solo de Eazy-E, Eazy-Duz-It, mas ele só recebeu $32,000 de dólares e seu contrato não confirmou que ele era um membro oficial do N.W.A. Isso levou Ice Cube a deixar o grupo e iniciar um processo privado contra Jerry Heller, que depois foi resolvido fora do tribunal. Em resposta, os membros do N.W.A restantes o atacaram no EP 100 Miles and Runnin’, e no seu próximo e último álbum, Efil4zaggin.


Carreira solo: 1989–presente

Em 1989, Ice Cube gravou seu álbum solo de estreia, AmeriKKKa’s Most Wanted, em Nova York com a equipe Bomb Squad (equipe de produção do Public Enemy). Foi disponibilizado em Maio de 1990 e teve um sucesso instantâneo, montando e contribuindo para a crescente onda da popularidade do rep na época. O álbum foi acusado de controvérsia, e ele foi acusado de misoginia e racismo. Posteriormente, Ice Cube teve um papel aclamado pela crítica como Doughboy no filme de John Singleton, Boyz N The Hood. No mesmo ano que AmeriKKKa’s Most Wanted, Ice Cube dropou o aclamado EP Kill At Will, que vendeu bem, tornando-se o primeiro EP de hip-hop a ganhar certificado de platina.

Seu segundo álbum, Death Certificate, saiu em 1991. O álbum foi considerado mais focado, ainda mais controverso, e os críticos o acusaram novamente de ser racista, misógino e antissemita. O álbum é dividido tematicamente em dois lados: o “Lado da Morte” (“uma visão de onde estamos hoje”) e o “Lado da Vida” (“uma visão de onde precisamos ir”). Possui “No Vaseline”, uma resposta visceral a faixa “100 Miles and Runnin’” do N.W.A, bem como a “Black Korea”, uma faixa considerada por alguns como profética dos tumultos de Los Angeles de 1992, mas também interpretada racista por muitos. Ice Cube viajou, em 1992, para o festival de música Lollapalooza, e isso ampliou seu número de fãs.



Em Novembro de 1992, Cube dropou seu terceiro álbum, The Predator, referindo-se especificamente aos tumultos de Los Angeles desse ano. No primeiro single, “Wicked”, ele disse que “29 de Abril foi o poder para as pessoas, e podemos apenas ver uma sequência”. The Predator estreou no número #1 nas paradas Pop e R&B, o primeiro álbum na história a realizar tal feito até então. Singles do The Predator incluíram “It Was a Good Day” e “Check Yo Self”. O álbum foi geralmente bem recebido por críticos e continua sendo o seu lançamento mais bem sucedido comercialmente, com mais de três milhões de cópias vendidas nos EUA. No entanto, após The Predator, o público de rep do Ice Cube diminuiu.

O quarto álbum, Lethal Injection, que saiu no final de 1993, representou a primeira tentativa de Ice Cube a se arrojar no som G-Funk, mas não foi bem recebido pelos críticos. Ele teve sucessos mais bem sucedidos do Lethal Injection, incluindo “Really Doe”, “Bop Gun (One Nation)”, “You Know How We Do It” e “What Can I Do?”. Depois de 1994, ele deu uma pausa na sua carreira como repper e concentrou-se no trabalho cinematográfico, e também desenvolvendo carreiras musicais de outros músicos de rep como Mack 10, Mr. Short Khop, Kausion e Da Lench Mob.

Em 1994, Ice Cube reuniu-se com o ex-membro do N.W.A, Dr. Dre, que agora fazia parte da Death Row Records, em seu dueto “Natural Born Killaz”. Em 1998, dropou seu esperado quinto álbum solo, War & Peace Vol. 1 (The War Disc). O próximo e sexto álbum, War & Peace Vol. 2 (The Peace Disc), saiu em 2000. Os álbuns apresentaram aparições do Westside Connection, bem como uma reunião com outros membros do N.W.A, Dr. Dre e MC Ren, embora muitos fãs sustentassem que os dois álbuns não estavam a par com o seu trabalho passado, especialmente o volume dois.

Em 2000, Ice Cube também se juntou a Dr. Dre, Eminem e Snoop Doggy Dogg para a turnê Up in Smoke Tour.

Em 2006, Ice Cube soltou seu sétimo álbum solo, Laugh Now, Cry Later, pelo seu selo Lench Mob Records. O álbum apresentou a produção de Lil Jon e Scott Storch, que produziu o single principal “Why We Thugs”.

Em 19 de Agosto de 2008, veio seu oitavo álbum de estúdio, Raw Footage, com o polêmico single “Gangsta Rap Made Me Do It”.

Em 12 de Outubro de 2009, ele dropou um single “Raider Nation” em homenagem aos Oakland Raiders, da NFL.

Em 28 de Setembro de 2010, Ice Cube dropou seu nono álbum solo, I Am the West. O álbum apresentou o single “I Rep That West”.

Em Setembro de 2012, Ice Cube disponibilizou seu segundo hino para o Oakland Raiders, “Come and Get It”, como parte da campanha Pepsi NFL Anthems.


Westside Connection: 1996–2007

Em 1996, Ice Cube formou o trio Westside Connection com Mack 10 e WC, e juntos droparam um álbum de estreia chamado Bow Down. O single homônimo do álbum alcançou o número #21 nas paradas de singles e o próprio álbum foi certificado de platina no final de 1996. Com Bow Down, o Westside Connection trouxe sua própria cara para a cena do hip-hop. Ice Cube, Mack 10 e WC ficaram cansados ​​de ser negligenciados pela maioria dos meios de comunicação da Costa Leste; o álbum foi projetado para instilar um sentimento de orgulho nos fãs do hip-hop da Costa Oeste e para iniciar um movimento maior que algumas pessoas que se sentiam subestimadas pudessem se identificar. Músicas como “Bow Down” e “Gangstas Make the World Go Round” fazem referência a isso. Ice Cube também fez as pazes com Eazy-E pouco antes de sua morte, em Março de 1995.

Após uma ausência de sete anos, o Westside Connection retornou com seu segundo álbum Terrorist Threats em 2003. O álbum foi bem criticamente, mas suas vendas ficaram abaixo do primeiro. “Gangsta Nation” foi o único single do álbum, produzido por Fredwreck e apresentou Nate Dogg como colaborador; isso foi um sucesso nas rádios. Depois de um desentendimento entre Ice Cube e Mack 10 sobre os compromissos dele Cube com seus trabalhos de cinema, em vez de fazer turnês com o grupo, o Westside Connection chegou ao fim.




Filmes

Seguindo seu papel como Doughboy em Boyz n the Hood em 1991, ele estreou junto com Ice-T e Bill Paxton no filme de ação Os Saqueadores.

Ice Cube foi oferecido um papel de co-estrela com Janet Jackson para o filme romântico de 1993, Poetic Justice, mas ele se recusou a desempenhar o papel, então ficou com 2Pac.

John Singleton havia encorajado Ice Cube a fazer o seu melhor na roteiro, dizendo: “Se você pode escrever uma música bem elaborada, você pode escrever um filme”. Com esse encorajamento, Ice Cube escreveu o roteiro para o que se tornou a comédia de sexta-feira, Sexta-feira em Apuros, o qual ele também estrelou ao lado do comediante Chris Tucker. A sexta-feira ganhou $28 milhões de dólares em todo o mundo em um orçamento de $3,5 milhões de dólares, e gerou duas sequências, Mais Uma Sexta-feira em Apuros e A Mais Louca Sexta-feira em Apuros.

Seu filho, O’Shea Jr. o estrelou no filme biográfico sobre o N.W.A, Straight Outta Compton, em 2015.

Em 1995, ele também estrelou sua segunda colaboração com John Singleton no filme Higher Learning, como Fudge, um estudante universitário.

Em 1997, Ice Cube estrelou a ação de suspense Área de Risco como um sul-africano exilado da América que retorna 15 anos depois. Ele também teve um papel de apoio no filme Anaconda no mesmo ano.

Em 1998, ele escreveu, foi produtor executivo e estreou como diretor no filme The Players Club.

Em 1999, estrelou junto com George Clooney e Mark Wahlberg no aclamado Três Reis.


Em 2000, ele escreveu, produziu e apareceu na sequência Mais Uma Sexta-feira em Apuros.

Em 2002, Ice Cube estrelou o filme Uma Turma do Barulho, comercialmente bem sucedido, bem como  Amigos Por Acaso) e o terceiro filme na trilogia A Mais Louca Sexta-feira em Apuros, que ele novamente escreveu e engendrou.

Em 2004, ele apareceu no Um Salão do Barulho 2: Barbeiragem Total e Fúria em Duas Rodas.

Em 2005, ele estrelou o filme de ação XXX: Estado de União e na comédia familiar Querem Acabar Comigo, um papel que ele reiterou em sua sequência de 2007, Uma Casa de Pernas Para o Ar.

No início de Abril de 2007, Ice Cube foi um convidado no programa de rádio Hot97 de Angie Martinez e afirmou que ele estava interessado em trazer de volta Chris Tucker como Smokey em uma possível sequência de Friday, mas isso só era possível “se a New Line concordar.”

Em uma entrevista com a BlackFilm.com, Ice Cube afirmou que ele estaria interessado em envolver todos os principais personagens da franquia de Friday em uma possível sequência, mas acrescentou: “Eu sei que não vou conseguir o Chris [Tucker] de volta, mas eu adoraria recuperar todos”. Em Dezembro de 2011, Chris Tucker concordou em estar no último filme da sequência Friday.



Manancial: Wikipedia

Sem comentários