DESTAQUE

COMERCIANTES DO CAOS – PARTE UM

TM88 explica como produziu o single “XO Tour Llif3” de Lil Uzi Vert numa Beats Pill


4 de Abril foi o dia em que o produtor de Atlanta, TM88, completou 30 anos. Ele acordou com a notícia de que o single “XO Tour Llif3” de Lil Uzi Vert, que TM produziu junto com J.W. Lucas, estreou na posição #49 na Billboard Hot 100. “Eu reagi tipo... Cara, isso é Deus!” disse TM à XXL. “Ele [Deus] está me ajudando. É uma parada que você realmente sonha, e depois você vê que realmente aconteceu. É irado.”

Duas semanas depois, a música disparou para a posição #8, tornando-se a primeira música produzida por TM88 na Billboard top 10.

Para um dos produtores mais prolíficos do rep, é surpreendente descobrir que “XO Tour Llif3” é a primeira música de TM88 a chegar tão longe. Ao longo dos últimos anos, ele obteve créditos de produção em clássicos para artistas como Future (“Codeine Crazy”, “Chosen One”) e Young Thug (“Danny Glover”, “Ill”), trabalhando arduamente para marcar seu nome constantemente nas faixas das maiores estrelas do rep. Mas, embora ele tenha produzido para mais de 10 artistas em 2017, que vão desde a estrela pop Tove Lo até o repper Smokepurpp, é o single de Uzi que está encontrando o sucesso mais comercial.

TM88 usou o típico Fruity Loops para produzir “XO Tour Llif3”, e logo botou para tocar em um alto-falante portátil, chamado Beats Pill, após uma experiência conturbada na Flórida, de onde ele é originalmente. Ele tinha voado para sua cidade natal (Miami) para trabalhar com Future e Gucci Mane em alguma música nova e, enquanto esperava seu voo de volta para Atlanta, um atirador abriu fogo no terminal, literalmente ao lado dele. Enquanto a filmagem do tiroteio rapidamente se tornou viral na internet, TM ficou preso no aeroporto por 10 horas, eventualmente dirigindo para Miami, para retornar à ATL. Mas no caminho, ele perdeu o carregador do laptop, então quando ele voltou ao estúdio principal, não podia usar o laptop que ele normalmente ligava nos monitores do estúdio.

“Eu tinha meus computadores antigos em Atlanta, e eu não podia usar os falantes porque não tinha conexões”, disse. “E eu queria produzir uns beats, eu estava com demasiada criatividade em mim no momento, eu tinha muita coisa na cabeça, então peguei a Beats Pill, sentei e comecei como se eu estivesse endolando drogas. Enviei para Uzi e... “XO Tour Llif3”.”

Antes de edificar o beat, ele estava no FaceTime com Uzi, que TM o considera um grande amigo. “Eu estava em casa, mais especificamente no meu quarto, fumando e vibrando”, lembra o produtor, nascido Bryan Simmons. “Uzi me chamou no FaceTime, onde ficamos por cerca de uma hora, apenas conversando sobre a indústria e o que está acontecendo por ela. Comentamos sobre um monte de coisas que andam circulando pelo mundo. E nós, tendo esse vínculo forte, realmente fomos a motivação suficiente para entrar no estúdio, ficar louco e engendrar várias músicas.”





TM teve duas produções no projeto de Uzi, LUV Is Rage (“Queso” e “Lamborghini Dream”, com Young Thug), então os dois foram desenvolvendo uma forte relação ao longo dos anos. “Somos bem amigos. Nos falamos frequentemente, o tempo todo”, disse TM. “Nós nos abraçamos, tudo isso. Nós temos vínculo, e você sabe como é às vezes, você precisa conversar com um de seus amigos para obter alguma motivação, como você está trabalhando em projetos, e constantemente vemos pessoas roubando energia e tal, então você precisa pegar inspiração da energia real e abastecer a sua.”

O uso da Beats Pill é o toque mais difícil da música, mais profundo algo que você nem sempre obtém com os alto-falantes da linha superior. “Eu e Southside costumávamos edificar beats na garagem ou em qualquer lugar em que tínhamos possibilidade. E foi realmente profundo. Você sabe, o Gucci, o Waka [Floka Flame], toda a música desse tempo era de uma real coragem, díspar e com um tom mais obscuro da coisa.”

O produtor ouviu a faixa acabada três semanas antes de Uzi dropar, e logo depois, TM sabia que a música seria especial. Então, ele entrou em contato com DJ Drama e Don Cannon, dois dos gerentes de Uzi, para que eles dessem um impulso extra à música. Logo, de acordo com TM, a música passou por cinco ou seis engenheiros díspares, resultando na primeira disponibilização no iTunes, que os fãs reprovaram. Depois de ver a reação online, eles chegaram a outro engenheiro que restaurou a versão original.

O produtor criado em Atlanta também está trabalhando em EPs com MoneyBagg Yo e Smokepurpp e tem trabalhado em novas músicas com The Weeknd, Travis Scott e Migos, citando alguns e deixando um ar de ansiedade nos fãs. Ademais, ele planeja soltar seu próprio EP solo pela 808 Mafia no final deste ano.

“Eu não forço, apenas deixo rolar", diz o beatmaker quando perguntado “para quem mais pretende trabalhar”. “Quando os selos tentam me colocar nos estúdios com artistas, é como um campo de inicialização. Eu digo simplesmente assim: ‘Não vou, porque quero que meu lance seja mais orgânico, e não industrializado.’”

Como o Metro Boomin, ele espera expandir sua própria marca como produtor este ano. “A marca TM está ficando maior”, afirma. “Eu estou fazendo de TM88 algo maior este ano, e espero que “XO Tour Llif3” tenha sido apenas o começo disso.”




Manancial: XXL Magazine

Sem comentários