DESTAQUE

COMERCIANTES DO CAOS – PARTE UM

Biografia: King T, um clássico da West Coast


Roger McBride (nascido em 14 de Dezembro de 1968), mais conhecido pelo seu nome artístico King T (anteriormente conhecido como King Tee), é um repper de hip hop da costa oeste americana de Compton, Califórnia. Tem uma importância por ser um dos primeiros artistas do hip hop de Compton. Ele assinou com o selo Capitol, onde dropou seu álbum de estreia Act a Fool (1988) com os singles de sucesso, “Act a Fool”, “Payback’s a Mutha”, “The Coolest” e “Bass (Remix)”. Todos estes são considerados clássicos do hip hop. No final da década de 1980 e início da década de 1990, ele trabalhou principalmente com o produtor DJ Pooh e foi responsável pelo engajamento dos Tha Alkaholiks, a quem ajudou a orientar a indústria. T é também o CEO da sua própria gravadora, a King T Inc.


Carreira inicial

Roger McBride frequentou o ensino médio. Ele emergiu-se na cena hip hop de Los Angeles por muitos anos ao lado de Ice-T e Kid Frost, sendo um dos pioneiros no gênero. Em 1988, ele estreou com Act a Fool, que é considerado um clássico entre os adeptos da West Coast.


Tha Alkaholiks

Durante seu tempo na Capitol, T começou a orientar um jovem trio de reppers chamado Tha Alkaholiks, também conhecido como Tha Liks, constituído por Tash, J-Ro e E-Swift, bem como seu coletivo vagamente afiliado chamado Likwit Crew. A Likwit Crew também inclui outros como Xzibit, que mais tarde se tornaram famosos e trouxeram o King T para perto do produtor de Compton, Dr. Dre. Tha Alkaholiks lançou seu álbum de estréia, 21 & Over, sob a orientação do King T sobre a Loud Records em 1993.


Influência para Notorious B.I.G.

King T (esquerda) e B.I.G.

T influenciou muito o repper Notorious B.I.G. com sua voz profunda, flow e estilo de rima, que Big, às vezes, realizou em seu álbum Ready to Die (1994). T depois homenageou Biggie na faixa “6 In’a Moe’nin’” em seu álbum Thy Kingdom Come, usando uma configuração semelhante e samples vocais da faixa de Biggie “Somebody’s Gotta Die”. Em 2010, Ice-T corroborou em uma entrevista que “King T era um dos MC favoritos de B.I.G”.

King T (esquerda) e Ice-T.
Selos

Depois do álbum de Tha Triflin (1993), em que T trabalhou com Marley Marl, ele saiu da Capitol e assinou com a MCA, dropando assim o álbum IV Life (1994). Depois de deixar a MCA também, ele firmou com Dr. Dre e acabou assinando com o selo do produtor, Aftermath Entertainment. No entanto, T só dropou três músicas no selo, “Str8 Gone” e “Fame”, que apareceu no Dr. Dre Presents the Aftermath, e a faixa “Some LA Niggaz”, que aparece em seu segundo álbum 2001 (1999), os dois começaram a gravar o álbum Aftermath do King T. Logo, por outros problemas, King T solicitou sua saída do selo.



Manancial: Wikipedia

Sem comentários