DESTAQUE

COMERCIANTES DO CAOS – PARTE UM

Álbuns: Skepta ‘Konnichiwa’


Konnichiwa é o quarto álbum de estúdio do britânico Skepta. Após vários atrasos, foi saiu do forno em 6 de Maio de 2016 pela Boy Better Know. O álbum foi disponibilizado com uma festa em Tóquio, em 5 de Maio de 2016, organizada e transmitida globalmente pela plataforma de transmissão ao vivo, Boiler Room, com Skepta realizando todo o álbum ao vivo com apresentações de apoio dos artistas japoneses Kohh, Dutch Montana, Loota e DJ Riki. Em Konnichiwa ele mostra os últimos 3 anos de sua vida e emoções.
Ao longo de 2014—16, Skepta explodiu no nível internacional, recebendo um prêmio no Mercury Prize por este álbum no dia 16 de Setembro de 2016.

O álbum foi condecorado por quatro singles, incluindo os top 40 “That’s Not Me”, “Shutdown” e “Man”. Konnichiwa apresenta aparições convidadas de Jme, Boy Better Know, D Double E, Novelist, Wiley, Chip, Pharrell Williams, A$AP Nast e Young Lord. O álbum foi número #2 no UK Albums Chart.


O projeto

Em 2012, Skepta dropou dois singles planejados para promover o próximo quarto álbum — “Hold On” e “Make Peace Not War”. Ambos foram os principais singles das paradas musicais no Reino Unido, mas eram um lance usual de Skepta. O quarto álbum de Skepta foi disponibilizado no quarto trimestre de 2011, intitulado The Honeymoon, mas foi adiado para 2012. Após uma resposta decepcionante dos dois primeiros singles, Skepta decidiu dropar uma mixtape comprável, intitulada Blacklisted. Foi disponibilizada em 2 de Dezembro de 2012, juntamente com músicas para apoiar a disponibilização antes da disponibilização. O projeto The Honeymoon foi, em última instância, desfeito e substituído por “Konnichiwa”, enquanto também se separou de seu selo 3 Beat para buscar a produção e disponibilização do álbum de forma independente.

Konnichiwa foi originalmente anunciado no início de 2013, mas sofreu vários atrasos e retrabalhos. Inicialmente, foi condecorado pelo single “Lay Her Down” com Kano, juntamente com uma data de disponibilização no final de 2013. No entanto, depois de anunciar a quase-conclusão, o single e a disponibilização foram desmantelados e Skepta tomou outra atitude para a campanha de álbuns. Foi anunciado por Skepta para ser disponibilizado em 2014, afirmando que ele havia completado nove canções e exigia mais seis para terminar. Em Novembro de 2014, Skepta afirmou que Konnichiwa deveria ser disponibilizado em Março de 2015, no entanto, esta data de disponibilização foi adiada novamente. Em Abril de 2016, Skepta reiniciou a campanha do álbum anunciando a data de disponibilização finalizada.


Desenvolvimento

Até 2015, Skepta recebeu reconhecimento internacional após a disponibilização de “That’s Not Me” e acompanhou Kanye West no palco dos BRITs Awards 2015 durante o desempenho de “All Day”.

Em uma entrevista com o DJ Semtex da BBC Radio 1Xtra, Skepta falou sobre as emoções por trás de gravar seu álbum e seu relacionamento com o repper canadense Drake, ele revelou que não sabia como o repper descobriu sobre ele: “Eu não posso dizer como ele ouviu falar de mim. Nunca vou saber, mas vou colocar meu dinheiro para ele me encontrar online e procurar através da minha música porque ele é um amante da música. Para mim, foi uma bênção tê-lo co-assinando e me apoiando, porque ainda vou fazer o que eu vou fazer de qualquer maneira”, continuou Skepta. “Eu só sou abençoado por tê-lo me apoiando. Meu álbum saiu no dia 6 quando eu estava em Toronto e foi como estar em casa. A maneira como eles me receberam lá foi louco.” Ele explicou que ele considerava que seu álbum era como “um filme”, e que ​​“Konnichiwa é um clássico, o álbum teve um final feliz.” Ele também falou sobre lidar com seus críticos na cena do Grime: “Estou fora de vingança, eu entro nesta música de coração puro e amoroso, e as pessoas me interpretam como um idiota. Então, quando eu me expressar agora, as pessoas vão ouvir um louco, eles vão ouvir um monstro, eles vão ouvir alguém que se vinga — mas eu estou fora de vingança.”

Konnichiwa foi produzido de forma executiva pelo próprio Skepta, que só não produziu três. Durante as etapas de produção, Skepta usava principalmente um conjunto de ferramentas da velha escola, sons de bateria e graves e o curto twinkling riff de piano ou brass volley. Falando sobre sua escolha ao produzir o álbum e usar as últimas ferramentas, Skepta declarou: “Quero que todo o mundo possa ouvir o álbum e saber que vem de Londres.” Um produtor com quem Skepta trabalhou foi o cantor Pharrell. Skepta descreveu seu tempo de estúdio e sua relação musical como trabalhar com “alguém que eu conheci toda a minha vida, e ambos estávamos lá para fazer a faixa mais bolada que pudéssemos”.

Skepta afirmou que “a música representaria o país” (Grã-Bretanha).


Disponibilização e divulgação

Skepta iniciou sua turnê “Banned From America” de 14 shows ​em 16 de Abril de 2017 ​em duas partes, Coachella Valley Music and Arts Festival, que abrangeria cidades em todo os Estados Unidos e Europa. A turnê foi nomeada como tal em referência ao cancelamento forçado de Skepta de sua turnê americana “No Fear” de 2016 em apoio a Konnichiwa, quando seu pedido de visto para entrar nos Estados Unidos foi negado.






Manancial: Wikipedia

Sem comentários