DESTAQUE

COMERCIANTES DO CAOS – PARTE UM

As 10 melhores mixtapes do Lil Wayne

(© Erik Voake / Red Bull Sound Select / Content Pool)



Palavras por Luke Winkie
29 de Janeiro de 2015




Lil Wayne não é a primeira estrela das mixtapes — talvez o pomposo título pertença ao
50 Cent ou a Gucci Mane — mas ele certamente foi o primeiro cara a legitimar esta forma de lançamento e é, indiscutivelmente, melhor nisso do que qualquer outro repper do mundo.

A carreira de Weezy tem erros, com certeza, mas ele era intocável quando estava no seu melhor. Mixtapes como Dedication 2 e Da Drought 3 são clássicos feitos por um mestre.

Para substituir Tha Carter IV, Weezy lançou Sorry 4 The Wait 2. É sem dúvida a melhor coisa que ele lançou em anos. Wayne vem fazendo muito barulho sobre se aposentar, mas queremos que esta lista seja bem diferente de quando ele finalmente decidir pendurar os Jordans. Por favor, Wayne, se você estiver lendo isso: não pare. Nunca!

Com isso em mente, nós selecionamos as 10 melhores mixtapes na carreira de Wayne, desde clássicos óbvios até tesouros enterrados. Confira a lista abaixo.



10. Dedication 3 (2008)

Porquê é importante: Sim, Dedication 3 está longe de ser tão boa quanto outras mixtapes. Sim, ele apresenta de forma demasiada aquela voz em off. Mas, inegavelmente, há algo de legal na sua arrogância. Talvez seja mais de um artefato do que uma mixtape real, mas ainda é muito memorável.

Melhor música: “Still I Rise”. Dedication 3 é a prova de que 2008 foi há um tempão. Se ligue aqui em uma jovem Nicki Minaj no memorável beat de “No Matter What”. É um marco.




9. SQ4 (2002)

Porquê é importante: Existem dois períodos distintos na carreira de Wayne. Tem a fase monstruosa de meados dos anos 2000, em que ele ganhou o título de melhor repper do mundo. Mas também tem todo aquele material que veio antes disso. SQ4 é a melhor desse período, é a origem de toda história.

Melhor música: “Holla At Them Boyz”. Um grande vai-e-vem com Wayne e um cara chamado J. Gutta. É também uma novidade, porque é a única vez que ele mandou uns versos modestos, como “The Hottest Carter Next to Shawn”.


Ouça/Download: SQ4


8. The Prefix (2004)

Porquê é importante: Wayne e Jay- Z não são inimigos — mas eles também nunca foram amigos. The Prefix, que apresenta um jovem Weezy rasgando um punhado de clássicos de Jigga, foi o ponto mais alto de sua rivalidade. Isso foi antes de eles fazerem as pazes em Mr. Carter.

Melhor música: “December 4th (Freestyle)”. É tipo um jogo de “escolha seu beat favorito do Jay-Z”.


Ouça/Download: The Prefix


7. Sorry 4 The Wait (2011)

Porquê é importante: Apesar da presença do assombroso Carter IV, Wayne teve um bom 2011. Ele apavorou em versos de “Look At Me Now” e “I’m on One” e lançou “6” 7””, o que arrisco dizer ser a melhor música de Wayne de todos os tempos. E ele ainda lançou Sorry 4 The Wait, uma mixtape melhor que qualquer trabalho de estúdio dele.

Melhor música: “Gucci Gucci”, que ostenta um beat tipo ringtone zoado.




6. Sorry 4 The Wait 2 (2015)

Porquê é importante: O que anda na boca do povo é que um tempo depois do Tha Carter III, Wayne teria ficado sem criatividade depois de uma estadia na prisão. Mas titãs da indústria só viram sonâmbulos por um tempo e o recém-lançado Sorry 4 The Wait 2 captura um Weezy rejuvenescido que nós sempre soubemos que veríamos novamente. Ele está de volta!

Melhor música: “Coco”. Um pedido de desculpas aos seus fãs e reclamação contra a Cash Money. Nós nunca esperamos testemunhar uma rixa Wayne/Birdman, mas aqui estamos.


Ouça/Download: Sorry 4 The Wait 2


5. The Dedication (2005)

Porquê é importante: A calma antes da tempestade. Wayne trampava com hip-hop por anos, mas foi só em 2005, aos 23 anos, que ele realmente começou a levar a sério. The Dedication captura um jovem recém-familiarizado com sua genialidade.

Melhor música: “Nah This Ain’t The Remix”. Ele fala com a audácia de Lil Wayne, chegando com a música mais quente do verão, sem qualquer tato ou falsa diplomacia. Afinal, Snoop Doggy estava fazendo milhões com “Drop It Like It’s Hot” e Wayne sabia muito bem que ele tinha inventado essa frase anos antes. Não houve socos a serem trocados. Ele não chegou a roubá-lo, mas passou perto. Considere isso um tiro de advertência para o resto de sua carreira.



4. No Ceilings (2009)

Porquê é importante: No Ceilings é uma das jóias mais esquecidas da carreira de mixtapes do Lil Wayne. Lançada em meio ao mal-estar entre Rebirth e I Am Not a Human BeingNo Ceilings está de igual para igual com qualquer um dos seus clássicos de meados da década.

Melhor música: “D.O.A.”. Aqui, Wayne desafia Jay-Z sobra a morte do auto-tune e faz uma das batalhas mais agradáveis do hip-hop.




3. The Drought is Over 2 (The Carter III Sessions) (2007)

Porquê é importante: OK, este é mais um vazamento do que uma mixtape original. The Drought is Over 2 foi lançada extra-oficialmente por um DJ chamado The Empire, que conseguiu roubar um punhado de faixas da interminavelmente adiada The Carter III. Mas qualquer que seja a ética, esta tape ainda captura Wayne em um de seus momentos mais criativos e não incluí-la nesta lista seria errado.

Melhor música: “I Feel Like Dyin”. A meditação mais real sobre o vício e depressão que você provavelmente vai ouvir de Lil Wayne.



2. Dedication 2 (2006)

Porquê é importante: Dedication 2 confirmou que, além de todas as coisas incômodas sobre Lil Wayne, ele ainda era o mais saudável para uma indústria de rep em meados dos anos 2000. Poderia Jay-Z mandar uns versos sobre Sharapova em uma música chamada “Sportscenter”? Bem, provavelmente. Mas certamente não seria tão legal.

Melhor música: “Georgia… Bush. Uma música com o coração partido para sua cidade natal Nova Orleans pós-furacão Katrina. Ainda permanece como o melhor hino da era Bush do que qualquer coisa que Eminem ou os Dixie Chicks já escreveram.




1. Da Drought 3 (2007)

Porquê é importante: Este era Wayne poderoso e excessivo. Com 27 faixas, são duas horas de rep sem parar. Quando as pessoas lembram de Wayne em seu melhor, lembram de Da Drought 3.

Melhor música: “King Kong”, era para ser uma música de Jibbs, antes de Wayne rasgar em pedaços qualquer menção ao artista e a original.


Ouça/Download: Da Drought 3




Manancial: Red Bull Music Academy Daily

Sem comentários